“Por que (ou para que) quero escrever um livro?”

by - 14:06


http://www.facebook.com/autoranaferreiralima
Oi amores! Tudo bem com vocês? Creio que sim. Nunca dê o direito de ninguém pisar em você, mostre que você não é só mais um e que veio para ficar. 😉
Estou lendo " Como transformar ideias em livros de sucesso" do Pablo Massolar  e nas primeiras páginas do E-book ele faz esta pergunta.
Eu sempre escrevi porque claro queria ser lida, queria que minha voz fosse entendida e muitas vezes a escrita para mim é uma fuga da realidade, porque gosto de transformar ideias e situações ruins em algo produtivo ou proveitoso, e assim decidi voltar para as letras depois de dez anos sem escrever nada. Eu fiquei de mal com a escrita por muitos anos, mas eu acredito muito nisso que quando você tem um destino que te persegue sempre cedo ou tarde ele encontra você, eu não tive outra alternativa senão escutar  o chamado.
Eu hoje escrevo porque gosto, porque quero ver meus textos ou histórias sendo apreciadas e fazendo corações sorrirem, este é o meu lema, ainda que ele não atraia milhões de pessoas se puder tocar alguém isso para mim será o bastante e quando alguém me procura no chat dizendo que tal texto ajudou é como se eu tivesse ganhado milhões $.
Aí eu te faço a pergunta: O que você quer para você? Já imaginou que está sua luta pode ser em vão se você não souber onde quer chegar? Aonde você quer chegar?
Vamos fazer um exercício juntos? Então vamos lá.
Peque uma folha de papel em branco, não serve de caderno tem que ser ofício, ok? Uma caneta vermelha, sim vermelha. No título você vai colocar " Coisas que vou fazer" na primeira linha coloque um * isso mesmo e comece a escrever em linhas separadas as coisas que você quer fazer, enumere 10 entre as favoritas, destas 10 escolha 5 que você  acha essencial para sua vida fluir.
Estas linhas serão sua meta de hoje em diante, e se no decorrer do tempo você descobrir que não era aquilo que você queria, tudo bem, afinal vivemos mudando o tempo todo, se cobre, mais do que cobre dos outros, faça questão de que esta lista seja sua agenda diária de exercícios, se puder cole ela em um lugar que possa olhar todo dia para que você lembre aonde quer chegar, e quando chegar lá agradeça a todas as pessoas que te ajudaram mesmo sem querer ou sem saber, agradeça a elas porque a vida sempre nos dá anjos em nossa estrada porque muitas vezes não conseguimos executar tudo sozinhos. Então uma das chaves para o sucesso é justamente a gratidão.
E claro eu estou aqui torcendo muito pelo seu sucesso, sempre!

Um lindo dia/tarde/noite para você.

Beijos da Ana 😘    

Curtam 👇👇👇


You May Also Like

0 comentários

Ela Não Soube Perdoar

Aonde vai Vó?- Perguntou a neta preocupada com a fragilidade com que a avó levantou aquela manhã. – Vou encontrar-me com um velho amigo, ele está internado no hospital em Belo Horizonte, sofreu um infarto e os médicos acham que ele não vai durar muito tempo.
– Dona Sophia, quando quiser o carro já está pronto e lhe aguarda.
O motorista trabalhara para Sophia nos últimos vinte anos e nunca tinha visto a senhora tão abatida, seu ar era de alguém que não tinha dormido, e realmente depois de ter recebido a noticia de que Arthur estava internado, ela não dormia há duas noites e mal tinha se alimentado, a verdade era que o coração latejava, em busca de uma solução, queria voltar ao passado e consertar um erro.
– Estou pronta Marcos, vamos.
– Espera Vovó, eu também vou com a senhora, deixe-me pegar minha bolsa que vamos e nem adianta dizer que não, eu vou junto e pronto.
– Tudo bem querida.
A neta era uma garota exemplar crescera ali naquele sítio e sempre foi muito apegada a avó, e por muitos meses eram somente as duas e os três funcionários que trabalhavam no sítio, ela foi para o carro e enquanto esperava neta sua mente voltava ao passado.
Sophia fora uma garota exemplar, criada também pela avó, aprendeu desde cedo que tinha que lutar pelo que queria se quisesse ser alguém na vida.
Ela frequentou a escola e suas notas sempre foram as melhores da turma, era adorada pelos professores e sua avó nunca teve uma queixa, parecia que a história se repetia com sua neta, as duas eram muito parecida até na aparência, Sophia via e si mesma quando conversava com a neta.
Em seu interior sempre se perguntava como havia sido sua mãe, a mãe de Sophia morreu de bala perdida em um dia fatídico em que ela iria dar inicio em suas aulas da Faculdade de Letras, ela morreu antes mesmo de chegar ao hospital, após isso a avó se mudou com Sophia ainda pequena aos dois anos de idade para uma cidadezinha do interior de Minas Gerais, morando em um Sítio nunca lhe faltou aventuras e diversão, nem amizades sinceras e leais.

Continue Lendo....

Dica de Leitura

Dica de Leitura
Da mesma autora do blog!

Postagem em destaque

[Top 20] Seja um porto seguro na vida de alguém

E amar inclui respeitar o outro e aceita-lo como um ser humano real sem idealizações, porque meu bem perfeito ninguém é, ninguém muda p...

Marcadores

CNPJ 20445389/0001-96 EMPRESA DO GRUPO ACP DIGITAL MARKETING . Tecnologia do Blogger.

Seguir Por Email