[Resenha] Livro Reveillon das Estrelas de Carla Moura

by - 15:54


http://editorakazua.com.br/
Oi amores, que dia lindo hoje não? Vamos a mais uma resenha e como eu amo ler, mas não somente ler, ler e entrar dentro do livro, eu venho hoje apresentar para vocês um livro que foi lançado ainda este ano a Carla me enviou o book e eu digo que amei.
Reveillon das Estrelas é um livro de poesias, mas não se  trata de mais um livro de poesias, mas sim um que te inspira a bons momentos, o autor navega pelos mares da emoção com tanta destreza e nos convida a navegar com ele.
Como se as estrelas fossem saltar do papel e  te abraçar, as páginas são passadas como música, numa melodia romântica e sensível.
  
Minha alma recolhe teus tesouros

Guarda teus pesares

A sua imensidão

Voz que se cala, que grita.

A proposta do autor aqui é clara, e te guia por todas as páginas do livro com tanta profundidade , chego a me lembrar dos grandes poetas do passado que escreviam seus sonetos únicos e verdadeiros, suas poesias sombrias me lembram o grande poeta Alvares de Azevedo que cantava a morte de forma sublime.
Seus sonetos em melodias me lembram também Vinícius de Morais e seu Soneto da Fidelidade,
Porque poesia é isso, te faz remeter a algum acontecimento seja ele lindo ou não, mas visto de uma forma tão sublime que tem a capacidade de fechar feridas, assim é este livro.

Quanto mar, quanta mágoa

Do meu abandono

No espelho tenho os vultos encantados

Mas  em  mim    reflete  dores  e  flagelos

De desilusões e angústias dentro de  mim.

Soltam das poesias um Eu tão apaixonado que nos faz amar também, você percebe em cada verso a vontade de ser ouvido e entendido, como um romance entre o poeta e suas estrelas, estrelas esta que guardam o coração do poeta.

Saudade

Saudade de te amar infinitamente

Tua alma, onde me encontro.

Tua voz, meu acalanto.

E mesmo que a morte me leve

Levarei  em  meu  peito  o  seu  amor

Fruto de toda estrela que brilha

Estrela  que  se  exalta  em  minha  alma.

Infinito de tanta constelação

Em minhas mãos o mundo

Em meus anseios o mundo

tão  grande  como  céu  de  luar

Lua  cheia

Que dança sobre mim.

E tantas ventanias que já levaram tantas ilusões

Você foi a que ficou.

Eu vejo uma alma que brilha tão quanto as estrelas, sua paixão pelas constelações, pela lua transforma sua poesia em unidade única,  a leitura é feita de maneira deliciosa quanto mais se lê mais se tem vontade de seguir página por página.

Sinto-me sozinha

Abandonada pelas estrelas

Que  moravam  ao  meu  redor...

Sinto minhas mãos  vazias

Das noites que eu não pude dar-te amor

Fixa técnica 

 

Título Reveillon das Estrelas

Autor Carla Moura

Editora Kazuá

Lançamento 2017

Disponível no Site da Editora ou Com o Autor Autografado


✪✪✪✪✪

Sempre me surpreendo com estes novos autores que nos fazem ver como o Brasil é rico de literatura, apesar de ser o primeiro livro,  Carla  nos brinda com sua brilhante poesia, a diagramação que foi feita pela Editora também é brilhante o designer do livro faz com que fiquemos ainda mais amigos da  folha, das páginas.
Eu amei este livro e espero que você gostei o tanto quanto eu, me surpreendi sim com as poesias, porque é raro encontrar alguém que escreva poesias como os autores do passado, posso citar Cecília Meireles uma divã na arte da escrita, a autora se pôs para mim tão bem quanto eles.
Está é uma indicação desta semana, gostou da resenha?
Curta, comente e compartilhe este post!


Beijos da Ana 😘  

Siga meus perfis nas Redes Sociais 🌠
Twitter @anaferlimaautor Instagram @anaferlimaautor Facebook @autoraanaferreiralima


You May Also Like

0 comentários

Ela Não Soube Perdoar

Aonde vai Vó?- Perguntou a neta preocupada com a fragilidade com que a avó levantou aquela manhã. – Vou encontrar-me com um velho amigo, ele está internado no hospital em Belo Horizonte, sofreu um infarto e os médicos acham que ele não vai durar muito tempo.
– Dona Sophia, quando quiser o carro já está pronto e lhe aguarda.
O motorista trabalhara para Sophia nos últimos vinte anos e nunca tinha visto a senhora tão abatida, seu ar era de alguém que não tinha dormido, e realmente depois de ter recebido a noticia de que Arthur estava internado, ela não dormia há duas noites e mal tinha se alimentado, a verdade era que o coração latejava, em busca de uma solução, queria voltar ao passado e consertar um erro.
– Estou pronta Marcos, vamos.
– Espera Vovó, eu também vou com a senhora, deixe-me pegar minha bolsa que vamos e nem adianta dizer que não, eu vou junto e pronto.
– Tudo bem querida.
A neta era uma garota exemplar crescera ali naquele sítio e sempre foi muito apegada a avó, e por muitos meses eram somente as duas e os três funcionários que trabalhavam no sítio, ela foi para o carro e enquanto esperava neta sua mente voltava ao passado.
Sophia fora uma garota exemplar, criada também pela avó, aprendeu desde cedo que tinha que lutar pelo que queria se quisesse ser alguém na vida.
Ela frequentou a escola e suas notas sempre foram as melhores da turma, era adorada pelos professores e sua avó nunca teve uma queixa, parecia que a história se repetia com sua neta, as duas eram muito parecida até na aparência, Sophia via e si mesma quando conversava com a neta.
Em seu interior sempre se perguntava como havia sido sua mãe, a mãe de Sophia morreu de bala perdida em um dia fatídico em que ela iria dar inicio em suas aulas da Faculdade de Letras, ela morreu antes mesmo de chegar ao hospital, após isso a avó se mudou com Sophia ainda pequena aos dois anos de idade para uma cidadezinha do interior de Minas Gerais, morando em um Sítio nunca lhe faltou aventuras e diversão, nem amizades sinceras e leais.

Continue Lendo....

Dica de Leitura

Dica de Leitura
Da mesma autora do blog!

Postagem em destaque

[Top 20] Seja um porto seguro na vida de alguém

E amar inclui respeitar o outro e aceita-lo como um ser humano real sem idealizações, porque meu bem perfeito ninguém é, ninguém muda p...

Marcadores

CNPJ 20445389/0001-96 EMPRESA DO GRUPO ACP DIGITAL MARKETING . Tecnologia do Blogger.

Seguir Por Email