Amar é ser Paciente

by - 15:41


O que eu sei sobre o amor?
Eu realmente pouco sei, mas estou aprendendo, buscando amar do jeito que Paulo descreve em Coríntios, um amor sobrenatural, tão elevado e sem vícios, por deveras difícil de alcançar.
Á quem diga que o amor vem com o tempo, que a convivência ajuda, eu digo que se não tiver aquela química e aquele encantamento inicial, o amor simplesmente não vem.
Tem pessoas que passam a vida em uma relação sem sentimento nenhum, com medo da solidão ou por comodismo, um atrasando a vida do outro, não se engane dizendo eu posso amar pelos dois porque tal atitude só trás sofrimento para os dois, a insistência muitas vezes vista como uma qualidade também pode ser enxergada como um defeito , como alguém que se recusa a ver a realidade.
Não seria mais fácil ver que o outro não gosta, e aceitar o término? Evitar assim mais sofrimento?
Ninguém é obrigado a te amar, uma vez que amar é uma condição, se não aconteceu, paciência, prossiga seu caminho, aceitando que nem sempre se pode ganhar.
Amar é ser paciente, mas também é querer ver a felicidade do outro ainda que isso custe a sua própria felicidade, respeite o seu tempo e o tempo do outro, cada pessoa é um mundo e é detestável quando comparamos as pessoas, porque jamais seremos como o outro, cada um tem seu jeito de ser suas qualidades e seus defeitos.  
"Meus filhinhos, o nosso amor não deve ser somente de palavras e de conversa. Deve ser amor verdadeiro, que se mostra por meio de ações. 1 João 3:18."
Quer que alguém te ame? Demostre diariamente, demostre pelas sua atitudes, não apenas com palavras, pois  palavras o tempo leva, atitudes o tempo marca.
O que lhe adianta você dizer que ama se quando vem a oportunidade de provar, você não consegue?
Seja fiel aso seus sentimentos, seja paciente com a outra pessoa e principalmente com você, não acredite no que o mundo diz que quem ama sente ciúmes, pois ciúmes não tem nada a ver com amor.
A outra pessoa não é propriedade sua, ela é um ser humano normal que tem seus sonhos e suas vontades separadas da sua, só quem ama de verdade sabe como é importante respeitar a outra pessoa e desejar o melhor para o outro.
Não existe já amei, ou você ama ou nunca amou.
O que existe são paixões de momento ou arrebatadora, existe aquele gostar, aquela química que te tira de orbita, mas o caminho natural é depois da paixão vir a calmaria, quando você conhece todos os defeitos da pessoa, mas ainda assim a aceita, não querendo mudar ela, mas a vendo como realmente é.
Neste mês de dezembro eu te convido a refletir sobre sua vida, quais pessoas, hábitos ou situações você precisa se libertar? Ou desapegar?
Deixe ir, se for verdadeiro o tempo trás de volta, se não for o tempo trará a pessoa certa que você aprenderá a amar e também te amar de igual forma.       
Tenha fé!
Gostou? Ajude o nosso portal, como?
Compartilhe, Curta, Comente e siga o blog!

Beijos ternos!

Ana Ferreira Lima
Siga-me nas Redes Sociais

Twitter @anaferlimaautor Instagram @anaferlimaautor Facebook @autoraanaferreiralima 

You May Also Like

0 comentários

Ela Não Soube Perdoar

Aonde vai Vó?- Perguntou a neta preocupada com a fragilidade com que a avó levantou aquela manhã. – Vou encontrar-me com um velho amigo, ele está internado no hospital em Belo Horizonte, sofreu um infarto e os médicos acham que ele não vai durar muito tempo.
– Dona Sophia, quando quiser o carro já está pronto e lhe aguarda.
O motorista trabalhara para Sophia nos últimos vinte anos e nunca tinha visto a senhora tão abatida, seu ar era de alguém que não tinha dormido, e realmente depois de ter recebido a noticia de que Arthur estava internado, ela não dormia há duas noites e mal tinha se alimentado, a verdade era que o coração latejava, em busca de uma solução, queria voltar ao passado e consertar um erro.
– Estou pronta Marcos, vamos.
– Espera Vovó, eu também vou com a senhora, deixe-me pegar minha bolsa que vamos e nem adianta dizer que não, eu vou junto e pronto.
– Tudo bem querida.
A neta era uma garota exemplar crescera ali naquele sítio e sempre foi muito apegada a avó, e por muitos meses eram somente as duas e os três funcionários que trabalhavam no sítio, ela foi para o carro e enquanto esperava neta sua mente voltava ao passado.
Sophia fora uma garota exemplar, criada também pela avó, aprendeu desde cedo que tinha que lutar pelo que queria se quisesse ser alguém na vida.
Ela frequentou a escola e suas notas sempre foram as melhores da turma, era adorada pelos professores e sua avó nunca teve uma queixa, parecia que a história se repetia com sua neta, as duas eram muito parecida até na aparência, Sophia via e si mesma quando conversava com a neta.
Em seu interior sempre se perguntava como havia sido sua mãe, a mãe de Sophia morreu de bala perdida em um dia fatídico em que ela iria dar inicio em suas aulas da Faculdade de Letras, ela morreu antes mesmo de chegar ao hospital, após isso a avó se mudou com Sophia ainda pequena aos dois anos de idade para uma cidadezinha do interior de Minas Gerais, morando em um Sítio nunca lhe faltou aventuras e diversão, nem amizades sinceras e leais.

Continue Lendo....

Dica de Leitura

Dica de Leitura
Da mesma autora do blog!

Postagem em destaque

[Top 20] Seja um porto seguro na vida de alguém

E amar inclui respeitar o outro e aceita-lo como um ser humano real sem idealizações, porque meu bem perfeito ninguém é, ninguém muda p...

Marcadores

CNPJ 20445389/0001-96 EMPRESA DO GRUPO ACP DIGITAL MARKETING . Tecnologia do Blogger.

Seguir Por Email