Porque julgamos tanto?

by - 14:49


 
"Aquele que de entre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela." João 8.7
Fala galera Linda, como estão? Vamos para a primeira reflexão bíblica do ano.
Vivemos em um mundo de mudanças, nós mesmo estamos em constantes transformações e crescimento pessoal, com tantas transformações eu me pergunto porque as pessoas insistem tanto em julgar os outros.
Desde que o mundo foi criado como Deus o quis ele mudou e se transformou e porque com as pessoas não aconteceriam o mesmo?
Porque as pessoas insistem tanto em julgar umas as outras? Porque agem com tamanho preconceito, eu vi uma conversa em um ônibus ontem onde um rapaz estava falando que a palavra preconceito não existe, que na verdade não passa de um conceito antecipado sobre o que nem se quer conhecemos.
Eu não posso dizer o que está certo ou errado no modo de vestir de determinadas pessoas, e também não posso julgar pela opção sexual das mesmas, uma vez que somente Deus tem o direito de faze-lo.
O problema é a hipocrisia com que muitos vivem, se a bíblia fosse pregada como ela deveria ser, sem querer dar certos acréscimos como muitos fazem certamente as pessoas a conheceriam    de fato e teriam gosto em aprender mais sobre quem realmente é Deus.
Pois eu duvido muito que Deus seja esta pessoa preconceituosa em que se tornou o ser humano, eu duvido que Deus lance fora quem realmente quer e tem desejo de se entregar a Ele.
O que está faltando? Mais amor? Mais fé? Talvez um pouco dos dois.

"Então Jesus endireitou o corpo e disse:
Mulher, onde estão eles? Não ficou ninguém para condenar você?
Ninguém, Senhor!- Respondeu ela.
Jesus disse:
Pois eu também não condeno você. Vá e não peque mais!"
João 8.10-11"

Ao invés de ficarmos julgando e maltratando, porque não imitarmos o comportamento de Cristo?
Compreender que não podemos controlar as pessoas nem mudarmos o que elas são, ora Deus nos  conhece verdadeiramente e mesmo assim nos ama, e todos os dias nos perdoar, mesmo quando esquecemos de agradecer a Ele.
Então da próxima vez que for criticar e insultar alguém pelas sua vestes, ou pelo seu comportamento, opção sexual ou cor de pele, pense se Jesus faria isso, ou aprovaria sua atitude.
Pense nisso e distribua amor e compreensão por onde você for.
Que a paz de Cristo estejam com todos.
E aí curtiu?
Então ajude o nosso portal, como?
Compartilhe o post com seus amigos, curta nossa página e siga o nosso portal.

Beijos Doces!

Ana Ferreira Lima
Sigam-me nas redes sociais
*Twitter @anaferlimaautor *Instagram @anaferlimaautor *Facebook @autoraanaferreiralima

You May Also Like

0 comentários

Ela Não Soube Perdoar

Aonde vai Vó?- Perguntou a neta preocupada com a fragilidade com que a avó levantou aquela manhã. – Vou encontrar-me com um velho amigo, ele está internado no hospital em Belo Horizonte, sofreu um infarto e os médicos acham que ele não vai durar muito tempo.
– Dona Sophia, quando quiser o carro já está pronto e lhe aguarda.
O motorista trabalhara para Sophia nos últimos vinte anos e nunca tinha visto a senhora tão abatida, seu ar era de alguém que não tinha dormido, e realmente depois de ter recebido a noticia de que Arthur estava internado, ela não dormia há duas noites e mal tinha se alimentado, a verdade era que o coração latejava, em busca de uma solução, queria voltar ao passado e consertar um erro.
– Estou pronta Marcos, vamos.
– Espera Vovó, eu também vou com a senhora, deixe-me pegar minha bolsa que vamos e nem adianta dizer que não, eu vou junto e pronto.
– Tudo bem querida.
A neta era uma garota exemplar crescera ali naquele sítio e sempre foi muito apegada a avó, e por muitos meses eram somente as duas e os três funcionários que trabalhavam no sítio, ela foi para o carro e enquanto esperava neta sua mente voltava ao passado.
Sophia fora uma garota exemplar, criada também pela avó, aprendeu desde cedo que tinha que lutar pelo que queria se quisesse ser alguém na vida.
Ela frequentou a escola e suas notas sempre foram as melhores da turma, era adorada pelos professores e sua avó nunca teve uma queixa, parecia que a história se repetia com sua neta, as duas eram muito parecida até na aparência, Sophia via e si mesma quando conversava com a neta.
Em seu interior sempre se perguntava como havia sido sua mãe, a mãe de Sophia morreu de bala perdida em um dia fatídico em que ela iria dar inicio em suas aulas da Faculdade de Letras, ela morreu antes mesmo de chegar ao hospital, após isso a avó se mudou com Sophia ainda pequena aos dois anos de idade para uma cidadezinha do interior de Minas Gerais, morando em um Sítio nunca lhe faltou aventuras e diversão, nem amizades sinceras e leais.

Continue Lendo....

Dica de Leitura

Dica de Leitura
Da mesma autora do blog!

Postagem em destaque

[Top 20] Seja um porto seguro na vida de alguém

E amar inclui respeitar o outro e aceita-lo como um ser humano real sem idealizações, porque meu bem perfeito ninguém é, ninguém muda p...

Marcadores

CNPJ 20445389/0001-96 EMPRESA DO GRUPO ACP DIGITAL MARKETING . Tecnologia do Blogger.

Seguir Por Email