25 de set de 2018

[Resenha] Livro Custe o que Custar Por Lara Smithe


 Acesse e adquira já no site da Editora Arcádia.
Olá amores, como estão, vamos de resenha?
Hoje eu convido vocês a conhecer um pouco sobre este livro que foi lançado a pouquíssimos dias pela Editora Arcádia escrito pela talentosa Lara Smithe.
Custe o que custar traz à tona relações extraconjugais e claro amor de carnaval e para quem não acredita que amor de carnaval não dura vai aprender que nem sempre é assim.
Morgana é apaixonada por Marcel, ela é capaz das maiores loucuras por ele, no carnaval de 2016 decidem viajar para a tão sonhada terra do carnaval a Bahia, e como dizem que o carnaval da Bahia é o melhor  é lá que tudo entra em jogo.
Quando desembarcam em Salvador são recepcionados pelo primo de Marcel e sua noiva que trata de mostrar a Morgana como é o carnaval de lá.
Só tem um problema na vida de Marcel que Morgana desconhece- ele adora si divertir com outras mulheres, ambos são ciumentos o que torna a vida de ambos bem apimentada.

— Caralho, amor! Pensei que não sairia mais daquele quarto. — Reclama meu marido impaciente. — Está pronta ou falta mais alguma coisa? — Ele me avalia de cima a baixo. — Eu acho que precisa... de um short, onde está o short? Você não vai sair de calcinha, é carnaval, mas não precisa exagerar... pode ir trocar essa porra!
E dizem que no carnaval tudo pode ou não? Uma viagem que pode sim mudar a vida de duas pessoas ou apimentar o destino.
"Acredito que quando se ama uma pessoa, mesmo estando cercado pelo mundo, mesmo tendo um milhão de amigos e amigas, mesmo conhecendo pessoas novas ou visitando outros lugares, morando em outro país, seus sentimentos não mudam, o interesse não muda. "

Outros personagens nos são apresentados, a autora desenvolve personagens fortes e marcantes e nos lança um triangulo amoroso logo de cara e do jeito que o público gosta, como irá terminar a história?
Leia o livro e saberá.    
Minhas observações
Um livro muito bem desenvolvido, escrito em primeira pessoa, sentimos o drama da personagem que está entre o que ela julga certo e ser feliz. Com cenas hot muitos bem escritas e na medida certa sem vulgaridade, Morgana é uma personagem apaixonante, Neto assim como Marcel e  são homens encantadores, o tipo de homem que toda mulher sonha, personagens bem centrados a autora desenvolveu um belo enredo que guia fielmente o leitor  até a última página do livro com ânsia por saber o desfecho deste triangulo amoroso que se forma pós carnaval.
Ficha Técnica
Título: Custe o que custar
Autor: Lara Smithe
Editora: Arcádia
Disponível: em físico no site da Editora  
Gênero: Ficção- Romance
Páginas: 172
Classificação: 18 anos
Sinopse
Morgana
Bastou apenas um toque, um toque das mãos dele em minha pele, para despertar um desejo desconhecido. No começo pensei ser apenas um desejo louco de me vingar do meu marido, eu queria dar o troco, e dei. Mas, depois daquela noite… percebi que não se tratava de uma vingança. O toque e o cheiro dele permaneceram em mim, mas o pior de tudo foi que eu o levei comigo em minha memória — O carnaval passou, mas ele, ficou batendo dentro do meu coração em ritmo de um trio elétrico alucinante. Eu precisava esquecê-lo… CUSTE O QUE CUSTAR.
Tenente-coronel Neto
Ela era linda e me deixou em êxtase, ela é a mulher mais encantadora que os meus olhos já haviam visto. O cheiro, o sorriso e o jeitinho dela ficaram impregnados em minha memória. Amei senti-la junto a mim, nossos corpos foram feitos um para o outro, não foi apenas o sexo, foi tudo, o conjunto completo, tudo em nós se encaixava. Eu precisava senti-la novamente, e iria. Foi amor de carnaval? Sim, foi. Em toda essa situação, só tinha um problema, ela não era minha… ainda. Mas seria, CUSTE O QUE CUSTAR.
Minha nota

✪✪✪✪✪


Eu seria injusta se desse menos, o livro é cativante, confesso que depois de conhecer este vou atrás de outras obras da autora e você não pode ficar de fora venha ler e se apaixonar.

Sobre meu sumiço? 
Bem, estou finalizando um livro que será enviado para a editora em breve, e claro há ainda a possibilidade de o próximo livro ser lançado em meu nome mesmo sem o Pseudônimo, então aguardem novidades,.

Gostou da dica da semana ?!
Então curte aí, siga o blog e compartilhe com seus amigos!


Abraços e beijos literários,

Ana Ferreira Lima
Siga-me nas redes sociais:
Facebook @autoraanaferreiralima Twitter @anaferlimaautor Instagram @anaferlimaautor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ela Não Soube Perdoar

Aonde vai Vó?- Perguntou a neta preocupada com a fragilidade com que a avó levantou aquela manhã. – Vou encontrar-me com um velho amigo, ele está internado no hospital em Belo Horizonte, sofreu um infarto e os médicos acham que ele não vai durar muito tempo.
– Dona Sophia, quando quiser o carro já está pronto e lhe aguarda.
O motorista trabalhara para Sophia nos últimos vinte anos e nunca tinha visto a senhora tão abatida, seu ar era de alguém que não tinha dormido, e realmente depois de ter recebido a noticia de que Arthur estava internado, ela não dormia há duas noites e mal tinha se alimentado, a verdade era que o coração latejava, em busca de uma solução, queria voltar ao passado e consertar um erro.
– Estou pronta Marcos, vamos.
– Espera Vovó, eu também vou com a senhora, deixe-me pegar minha bolsa que vamos e nem adianta dizer que não, eu vou junto e pronto.
– Tudo bem querida.
A neta era uma garota exemplar crescera ali naquele sítio e sempre foi muito apegada a avó, e por muitos meses eram somente as duas e os três funcionários que trabalhavam no sítio, ela foi para o carro e enquanto esperava neta sua mente voltava ao passado.
Sophia fora uma garota exemplar, criada também pela avó, aprendeu desde cedo que tinha que lutar pelo que queria se quisesse ser alguém na vida.
Ela frequentou a escola e suas notas sempre foram as melhores da turma, era adorada pelos professores e sua avó nunca teve uma queixa, parecia que a história se repetia com sua neta, as duas eram muito parecida até na aparência, Sophia via e si mesma quando conversava com a neta.
Em seu interior sempre se perguntava como havia sido sua mãe, a mãe de Sophia morreu de bala perdida em um dia fatídico em que ela iria dar inicio em suas aulas da Faculdade de Letras, ela morreu antes mesmo de chegar ao hospital, após isso a avó se mudou com Sophia ainda pequena aos dois anos de idade para uma cidadezinha do interior de Minas Gerais, morando em um Sítio nunca lhe faltou aventuras e diversão, nem amizades sinceras e leais.

Dica de Leitura

Dica de Leitura
Da mesma autora do blog!

Postagem em destaque

[Top 20] Seja um porto seguro na vida de alguém

E amar inclui respeitar o outro e aceita-lo como um ser humano real sem idealizações, porque meu bem perfeito ninguém é, ninguém muda p...