[Crônica] Tenha orgulho de ser como é

Ela é dona de si. Aprendeu cedo a não depender de ninguém. A sociedade prega que mulher tem que casar, ter filhos e ser submissa. Mas submissão para ela  é escravizar sua alma livre. Mas livre que um pássaro no céu em seu voo solitário. 
Ela até ama. Mas quando esse amor já não está dando o que ela precisa. Simplesmente vai embora. É descartado. Porque se não está fazendo feliz, dando trabalho para ela não serve. Não merece ficar na sua vida apenas impedindo o novo de chegar. 
Ela é dada a momentos. Tem momentos que ela ama com muita intensidade que chega a dar medo ao outro. Mas tem momentos que o desprezo é quem da as cartas. 
É independente. Do tipo que não aceita ordens de ninguém. Ela é coração selvagem. Como um cavalo que precisa ser domado. Como uma tigresa na selva a lutar pelo seu espaço. É cabeça não simplesmente calda. 
Comprou um apartamento e o mobilhou a sua maneira onde as cores lilás, vermelho e Preto fizeram a festa. Seu estilo juvenil deixou o ar tão aconchegante quanto se esperava. 
Ela aprendeu a ser forte e este aprendizado não veio de graça, não foi pelas vias da sorte. 
Aprendeu que a sorte abraça não que merece, mas quem faz por merece! 
E aí curtiu o post? Então compartilha. 
Recados: estamos com novas parcerias entre elas a Faculdade Unibf para quem quer fazer graduaçao, segunda graduação e pós em curto espaço de tempo e ainda ter aquele desconto acede o link 👉 http://www.ibfpos.com.br/7marciaibf
E não esquece de usar o cupom  7marciaibf para ter condições especiais de pagamento. 
E para quem Tem empresa seja ela micro ou pequena e não tem um sistema de gestão conheça a   VHSYS, para quem não tem tempo a perder e precisa de um sistema completo que inclui emissao de notas fiscais acesse o link http://www.vhsys.com.br/?parceiro=2787 e teste 7 dias grátis. 

Em breve tem mais. Aguardem novidades! 
Uma ótima semana! 

Márcia Lima 
Escritora e blogueira 
Redes sociais
*Instagram: Márcialimaautor 
*Twitter : Márcialimaautor 
*Facebook: marcialimaautor 

[Crônica] Separação. Um novo começo

Quem nunca passou por alguma situação que o deixou sem chão? E nessa hora você se pergunta, o que fazer?
Encare a vida como um jogo, nem sempre se sai ganhando, mas sempre terá um aprendizado que eu sei que você agora não entende mas no futuro você entenderá. 
Alguns anos atrás quando me separei, achei que fosse meu fim. Mas o tempo nos reserva surpresas,e a verdade é que a separação foi muito bom para mim. 
Eu vivia uma vida sem gosto, estávamos juntos por comodismo e medo também de não nos adaptamos a nova vida. E quantos casais tem suas vidas hoje assim? 
Na verdade muitos. Teve um momento sim que a relação foi boa e prometia um futuro eterno, mas tenho algo para te dizer- para sempre não existe. Isso é coisa de contos de fadas. 
Precisamos crescer como pessoas e começar a entender que a vida as vezes te cobra atitudes de mudanças drásticas, ou você aceita e segue ou você será empurrado pelos novos acontecimentos. No meu caso é óbvio que eu não aceitei a separação de início quis lutar contra e manter um casamento que já estava falido. 
Não estou dizendo que você não deve lutar pelo seu casamento. Lute. Lute sim!
Mas se você se pegar tendo que seguir em frente, saiba que você não está só é que ninguém pode te julgar. 
 E se chegar lá na frente você ver que seguir em frente sozinho é melhor então não tenha medo do que as pessoas vão dizer. 
Em meu momento eu estava depressiva me culpava pelo fim, e ouvi de uma pessoa que era amiga que a errada era eu, que não domava o meu jeito de ser. Não preciso dizer o quanto isso me machucou. E tenho certeza que você que talvez passe pela mesma situação também já escutou. Quer dizer sou uma pessoa meio rebelde do tipo que luta por algo se acreditar que é certo. Se eu tivesse vivido na época da ditadura eu seria um daqueles "loucos" a lutar contra o governo e apanhar até a morte. Gosto de ser livre. Creia em mim não vale a pena se anular pela outra pessoa. 
Um bom relacionamento é aquele em que cada um respeita a individualidade do outro. 
Vocês são duas pessoas com direitos e deveres. Sonhos e esperanças. 
Ninguém é de ninguém. Eu tenho isso para mim é amo minha liberdade. 
Mas o tempo passou e me mostrou que a separação era bom. Que eu precisava. Em meus momentos ruins encontrei pessoas no trabalho que muito me ajudaram. Pessoas enviadas por Deus. Eu as amo muito por terem sido meu chão quando eu precisei. 
Muitos reclamavam da Master mas vou sempre vou falar bem pois ela foi meu bálsamo. Entrar lá era esquecer os problemas, o casamento fracassado, esquecer o fato de eu ser uma "inútil" que não servia para manter uma casa. 
Eu recuperei minha auto estima. Aprendi que tem pessoas que não deveriam nem entrar em minha vida, pessoas tóxicas que eu permitia. 
Me afastei de alguns e me aproximei de outros. 
Então o que tenho para te dizer hoje é que tenha fé. A situação pode estar ruim. Mas tudo acabará bem. De um jeito que você não entende hoje. Mas no futuro entenderá.
Tem pessoas que entram em nossas vidas apenas para nós ensinar lições. 
Sou muito grata ao meu ex, pois aprendi muito com ele e com o nosso término. 
Hoje consigo ver as coisas por outro ângulo. Estou mais forte, mas madura, menos infantil e mimada. 
Aprendi que a felicidade está dentro e não depende da outra pessoa. 
Repito ninguém vale suas lágrimas e seu desequilíbrio. Acredite em você e no seu poder de transformar sua vida. 
Liberte-se e seja feliz.

Curtiu o post?
Então não esquece de seguir aqui e compartilhar com teus amigos!
Beijos escritos,

Márcia Lima 
Escritora e blogueira 
Redes sociais
*Instagram: Márcialimaautor 
*Twitter : Márcialimaautor 
*Facebook: marcialimaautor 


Topo